Notícias

11 de maio de 2018

Meetup FoodTech promove encontro de empreendedores e pesquisadores do setor alimentício

A Duas Rodas participou de debate sobre inovações no setor de alimentos e bebidas, promovido no Inova Unicamp. Confira mais informações abaixo:

Unir startups, grandes empresas e a comunidade acadêmica em um espaço para discussão das inovações no setor de alimentos e bebidas foi a receita do Meetup FoodTech, evento realizado nesta última terça-feira, dia 8, na Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp. O encontro foi fruto da parceria da Food Ventures – grupo de investimento e matchmaker do setor de alimentos e bebidas – com a Inova Unicamp, a FEA e o Núcleo de Empresas Juniores da Unicamp, através da empresa júnior GPEA.

Na abertura do evento, o Professor Newton Frateschi, diretor-executivo da Inova Unicamp, enfatizou a importância de eventos que conectem a pesquisa acadêmica aos setores de mercado e indústrias, pontuando a relevância tecnológica e econômica do setor de alimentos e bebidas. “Esta é uma área de grande força na Unicamp, inclusive com muitos licenciamentos. É importante ressaltar que, apesar das suas peculiaridades, startups, empresas e a Universidade possuem desafios em comum que, se trabalhados em conjunto, resultam em parcerias e soluções inovadoras. A Inova Unicamp tem um papel fundamental como facilitador dessa interação”, afirma.

“Partir da pesquisa, seguir para a patente e chegar até a empresa. A Unicamp está conseguindo criar uma cultura de empreendedorismo muito interessante, dando suporte para os estudantes. Hoje, existe uma compreensão maior de que não necessariamente você vai trabalhar para alguém ou para uma grande empresa. Os alunos trazem ideias de lançamentos de produtos e podem eles mesmos criar a própria empresa”, completa o coordenador de extensão da FEA, Professor Marcelo Cristianini, destacando a importância do empreendedorismo como uma opção de carreira.

O Meetup FoodTech Unicamp foi o primeiro de uma série de reuniões planejadas pela Food Ventures com o objetivo de estimular as interações entre empresas do setor de alimentos e bebidas com pesquisadores da área, além de facilitar o networking entre startups que compartilham dos mesmos desafios. É o que conta Augusto Terra, investidor da Food Ventures. “Por meio de entrevistas com algumas startups do setor, percebemos que elas têm pouco contato com a base do conhecimento, o que pode dificultar a velocidade das inovações. Por isso, gostaríamos de criar uma agenda para otimizar o acesso e a comunicação entre as partes”, comenta.

O evento seguiu o formato de pitch day, com a apresentação de cases de diferentes atores do ecossistema. Na área de pesquisa, o Doutor Renato Grimaldi, pesquisador do Laboratório de Óleos e Gorduras da FEA, apresentou o case de licenciamento com a Cargill do know-howpara produção de gorduras low sat, relatando como se deu o desenvolvimento da pesquisa e processo de transferência desta tecnologia para a indústria. Em seguida, as startups Qfir, One More Drink e Gin Virga compartilharam sobre seus modelos de negócios, produtos originais e desafios de mercado na área de bebidas, respondendo às perguntas da plateia e recebendo feedbacks dos participantes.

O Movimento 100 Open Startups, iniciativa que conecta grandes empresas e startups através de um aplicativo voltado à inovação aberta, também marcou presença no encontro. Por meio do seu CEO, Bruno Rondani, o público pôde compreender o que os principais players da inovação estão buscando e quais fatores tornam uma startup atraente para o mercado. Por fim, o Meetup contou com participação das empresas Duas Rodas e Novozymes, que compartilharam suas perspectivas sobre inovação e mercado.