Tempo de leitura: 6 minutos

Os ingredientes terão cada vez mais papel fundamental na escolha dos consumidores por determinado alimento ou bebida, seja por seus aspectos funcionais, capacidade de contribuir com a saúde ou por seus atributos sustentáveis.

“O futuro vai se concentrar na compreensão do potencial total dos ingredientes”. A constatação é da Innova Market Insights, empresa global de inteligência de mercado. Outras empresas de pesquisa e tendências também apontam para a mesma direção quando o assunto é alimentação do futuro (um futuro que está logo ali): a de que os ingredientes vão cada vez mais exercer papel fundamental na escolha dos consumidores por determinado alimento ou bebida, seja por seus aspectos funcionais, capacidade de contribuir com a saúde ou por seus atributos sustentáveis. 

O aroma é um ingrediente que já exerce há muito tempo esse poder, uma vez que o sabor é o principal fator de recompra de um produto. E deve seguir em alta, segundo os movimentos dos consumidores que valorizam e buscam novas experiências com alimentos, bebidas e suplementos, uma das 10 tendências da Innova para 2022: Experiências Amplificadas.

Tudo isso está conectado a outro atributo: a transparência. É por meio de uma comunicação clara que os consumidores conseguirão compreender não só a funcionalidade, mas o caminho que os ingredientes trilharam até chegar àquele produto, influenciando sua escolha. 

Em pesquisa com consumidores divulgada este ano, a Innova perguntou quais fatores se tornaram mais importantes para eles ao comprarem alimentos e bebidas nos últimos 12 meses. As respostas mostraram um crescente interesse pelos benefícios nutricionais, que representavam 29% em 2020 e foram para 31% em 2021. 

De acordo com outro estudo da Innova, as marcas têm uma boa razão para criar produtos que contribuam para a saúde geral, considerando que 6 em cada 10 consumidores no mundo estão buscando por alimentos e bebidas que sejam benéficos para seu sistema imunológico.

Para atender essa busca por saúde e bem-estar, os ingredientes botânicos estão em alta principalmente por seu vasto potencial de componentes bioativos, como por exemplo os antioxidantes, antocianinas, vitamina C e cafeína encontrados em abundância em frutas, sementes e plantas da América Latina, como o açaí, acerola, guaraná e erva-mate.

Segundo a Innova, a indústria está se voltando cada vez mais para alimentos e bebidas funcionais, à medida que os consumidores procuram novas maneiras de melhorar sua saúde. 48% dos novos lançamentos de alimentos e bebidas rastreados contêm um claim de saúde (Global, 2021). As alegações mais aplicadas em alimentos, bebidas e suplementos funcionais são direcionadas à saúde física, mental e emocional, com benefícios como melhora do humor, imunidade, relaxamento, disposição ou redução do estresse, por exemplo.

Para a Wunderman Thompson, agência global de marketing, o foco contínuo em prevenção de doenças e em fortalecimento da imunidade é um drive que impulsiona o mercado de alimentos, projetado para crescer 8,2% até 2028. 

Consumidores querem estar no controle

Em suas pesquisas de mercado, a Mintel também identificou um comportamento que vai ao encontro desse movimento em torno dos ingredientes: a necessidade do consumidor em estar no controle de suas escolhas. Esse comportamento é resultado das instabilidades causadas pela pandemia em diversos aspectos da vida das pessoas. O empoderamento, neste caso, tem a ver com a capacidade de tomar as próprias decisões.

Por isso, em alimentos e bebidas, as expectativas dos consumidores cresceram para além de histórias e declarações detalhadas. Segundo a Mintel, as pessoas estão querendo ver também confiabilidade e progresso mensurável nos compromissos das marcas com a saúde, o meio ambiente e em aspectos éticos. Ou seja, os compradores estão considerando como suas compras contribuem para proteger sua saúde e a saúde do planeta. Nesse sentido, eles estão estudando mais os ingredientes e procurando maximizar benefícios positivos tanto para o bem-estar físico como emocional. 

Os consumidores irão procurar uma orientação clara e confiável do produto, a fim de entender como aqueles ingredientes atenderão às suas necessidades e preferências. A Mintel afirma, ainda, que a saúde imunológica continuará a ser uma reivindicação muito procurada em alimentos e bebidas nos próximos anos.

Novos ingredientes que chegaram às despensas em 2022 e prometem fazer bem ao corpo e ao planeta

O relatório The Future 100, da Wunderman Thompson, destaca o Kernza como um dos ingredientes de destaque deste ano. Descrito como um grão amigo do clima, ele é da família do trigo e foi desenvolvido pelo Land Institute, instituição norte-americana sem fins lucrativos, com foco na agricultura sustentável. Ao contrário do trigo tradicional, que precisa ser replantado todos os anos, o Kernza, com uma semente, é capaz de fornecer grãos por anos. Segundo a empresa, ele ainda nutre o solo, reduz a necessidade de fertilizantes e é um captador natural de carbono. 

Em setembro de 2021, a Patagonia Provisions lançou a terceira cerveja feita com Kernza, em parceria com a Hopworks Urban Brewery, sediada em Portland. 

Outro ingrediente tendência citado no relatório é o aguaymanto, uma fruta nativa dos andes com sabor agridoce. Ela também é chamada de physális peruana. Sua popularidade se deve por seus benefícios à saúde, que incluem alto teor de antioxidantes, vitaminas A e C, além de minerais. 

Swish
A marca de lanches infantis Bitsy’s, com sede em Los Angeles, lançou o Swish, bebida que promete aumentar a imunidade. Contendo eletrólitos, vitamina C e zinco, as misturas são produzidas para serem adicionadas às garrafas de água. (Wunderman Thompson).
Ful Revive
Aproveitando o poder da microalga spirulina, a holandesa Ful Foods lançou sua Ful Revive, uma linha de bebidas ricas em vitaminas. A cor azul distinta das bebidas vem da ficocianina, um antioxidante natural encontrado na spirulina, conhecida por suas propriedades para fortalecimento imunológico. Além de benefícios para a saúde, a marca também afirma que as bebidas são sustentáveis devido à capacidade das microalgas de absorver seu peso em carbono e o fotossintetizarem, liberando oxigênio (Wunderman Thompson).
Machu Picchu Bebida Energética Orgânica Clássica (EUA)
A bebida energética orgânica Machu Picchu lançada nos EUA é naturalmente aromatizada, contém cafeína extraída do café verde orgânico para apoiar a energia e o foco e maca peruana orgânica, que é um superalimento antigo para o corpo e a mente, tradicionalmente usado para manter a energia e a resistência. Além disso, a bebida apresenta ainda vitaminas B para apoiar a cognição e o humor saudáveis, segundo o fabricante. (Innova)
Take Two
O leite de cevada à base de plantas e chocolate Take Two é feito com "cevada rejuvenescida"
Heüra Mediterranean Bites
O Heüra Mediterranean Bites, da Espanha, é feito com soja não transgênica que não incentiva o desmatamento.
InfoCode
O aplicativo InfoCode permite que os consumidores acessem as informações nutricionais e as listas de ingredientes dos alimentos processados, ​​digitalizando o código de barras de um produto. O aplicativo tem mais de 200 mil produtos disponíveis em todas as categorias, permitindo acesso instantâneo a informações não visíveis na embalagem, com detalhes sobre valores nutricionais, ingredientes e alérgenos. (Mintel)

Os ingredientes com potencial de aportar benefícios funcionais de saúde e bem-estar em alimentos e bebidas, como extratos botânicos e desidratados de frutas, sementes e plantas, e que façam parte de uma cadeia sustentável, ganham cada vez mais destaque dentro de um cenário de alimentação do futuro. 

Nesse mesmo movimento, avança a expectativa sobre as indústrias para que forneçam informações verificadas, certificações, entre outros recursos que ampliam a transparência na comunicação com os consumidores.

A tecnologia, por meio do uso de aplicativos e smartphones, por exemplo, vai facilitar o acesso a essas informações, destacando os pontos mais importantes para cada consumidor, como ingredientes e suas funcionalidades, além de compromissos éticos e sustentáveis. 

Ao mesmo tempo, despontam como grandes aliados das indústrias de alimentos, bebidas e suplementos as soluções tecnológicas que ajudam as marcas a aprimorar o sabor, e consequentemente a experiência de consumo, de produtos com apelo de saúde e bem-estar reduzidos de ingredientes como açúcar, gordura ou sal ou, então, à base de plantas, que apresentam em muitos casos notas residuais rejeitadas pelos consumidores.

Para ajudar as indústrias de alimentos e bebidas atender as novas regulamentações de rotulagem nutricional, que entram em vigor em outubro de 2022 no Brasil, e um consumidor inclinado a alimentos e bebidas mais sustentáveis, sem abrir mão do sabor, a Duas Rodas conta com três plataformas de inovação de soluções estratégicas: a Taste Full Technologies, a DotNAT e a Plant Based Solutions. 

Todas estão conectadas com o movimento que aponta para o futuro da alimentação, integrando as principais tendências que influenciam a indústria global de alimentos e bebidas. 

Facebook Comments Box
Compartilhe o conteúdo
Queremos te ouvir! Comente!