Tempo de leitura: 9 minutos

Confira as principais tendências de consumo de alimentos e bebidas para 2020


Grande vitrine de inovação, a feira IFT 2018 apresenta lançamentos que sinalizam o que está por vir na indústria mundial de alimentos e bebidas. Sabores e aromas exóticos, apelo clean label, naturais, funcionais, proteínas e ingredientes para reduzir o açúcar e o sódio se destacaram na edição deste ano


As novidades apresentadas na IFT Annual Meeting 2018 (Institute of Food Technologists) e na Food Expo 2018, realizadas em Chicago (EUA), de 16 a 18 de julho, não deixaram dúvidas.

As macrotendências de Saudabilidade & Bem-estar, Sensorialidade & Prazer e Confiabilidade & Ética continuam em alta e carimbaram grande parte das inovações e soluções tecnológicas na IFT 2018, que é uma das principais feiras e simpósio de tecnologia de alimentos no mundo.

Conceitos como: clean label, natural, orgânico, funcionais, proteínas alternativas, ingredientes para reduzir o açúcar e o sódio, sabores e aromas exóticos e indulgência se sobressaíram nos estandes dos 1.200 expositores na feira, que neste ano reuniu mais de 23 mil profissionais de alimentos do mundo.

O verde foi a cor que predominou nos estandes na IFT 2018. E não foi por acaso. As plantas, que inspiram a tendência The Power of the Plants, e seu incrível potencial para traduzir sabores únicos, fornecer benefícios nutricionais e funcionais nas formulações de alimentos e bebidas estiveram em destaque nos mais variados protótipos de soluções apresentados na edição deste ano.

Seguem, abaixo, quatro grandes plataformas de inovação que se destacaram na IFT 2018 e na Food Expo 2018:

SABORES EXÓTICOS, ÉTNICOS E NATURAIS

O sabor é o rei na escolha de um produto. Precisa, portanto, estar em perfeita conexão ao estilo de vida e aos desejos do novo consumidor. Um consumidor cada vez mais global, interessado nas diferentes culturas, ávido por novas experiências e preocupado com a saudabilidade na alimentação.

De acordo com informações divulgadas pelo Innova Market Insights na IFT 2018, houve um crescimento médio anual de 20% em lançamentos de alimentos e bebidas com sabores globais (Global, 2013-2017), com crescimento em plataformas como pimenta, ervas e sabores florais. Potenciais que têm suas apostas confirmadas pelas novidades que se destacaram em seis frentes de aromas e sabores:

Exóticos

Os consumidores estão deixando de procurar sabores muito doces, mas não querem abrir mão das sensações, da experiência a mais no ato da alimentação. A combinação entre o doce e o picante vem atender este desejo, trazendo um sabor mais adulto, conferindo uma experiência nova ao consumidor.

As pimentas Jalapeño, Habanero e Ancho Chilli Pepper e o Cardamomo estão entre especiarias que têm promovido casamentos interessantes com sabores mais tradicionais como abacaxi, manga e pêssego em produtos como chocolates, sobremesas, iogurtes e até águas com gás.

Étnicos

Os sabores étnicos, de refeições inspiradas em comida de rua e até mesmo de clássicos culinários seguem em ascensão, especialmente para os segmentos de snacks e refeições prontas.

Uma tendência alimentada pelo mundo conectado de hoje, que abre oportunidades para consumidores conhecerem e apreciarem os sabores das mais variadas culinárias, como mediterrânea, japonesa, tailandesa, vietnamita, indiana, árabe e latino-americana, por exemplo.

De acordo com os dados do Innova Market Insight, houve um crescimento de 24% nos lançamentos de alimentos e bebidas com uma alegação de food truck ou comida de rua (Global, 2017 x 2016).

Espera-se um maior crescimento dos sabores do mundo, já que a globalização despertou a curiosidade do consumidor em descobrir novos produtos alimentícios e de bebidas. As marcas podem gerar conexões mais profundas com o consumidor aventureiro, satisfazendo sua curiosidade por meio desses sabores exóticos do mundo, mas também apresentando novas experiências alimentares e contando a história única por trás do produto”, disse a analista de mercado da Innova Market Insights, Irene Kersbergen, em entrevista ao portal FoodIngredients First.

Florais

A procura dos consumidores por botânicos e ervas mais naturais mantém em ascensão também os sabores florais, especialmente no segmento de bebidas. Dentro do conceito que os ingredientes mais simples são melhores, cresce a procura, por exemplo, pela lavanda, que leva o elemento “calmante” também para o alimento.

Sabugueiro, hibisco, rosa, violeta e madressilva integram a lista de flores que estão em alta e conferem um sabor sutilmente adocicado e aromáticos frescos. Chás quentes ou gelados, coquetéis, bebidas carbonatadas, biscoitos e chocolates estão entre as aplicações que se destacam. A combinação dos florais com sabores mais familiares nas formulações tem sido uma estratégia para facilitar a aceitação dos consumidores.

Frutais

As frutas nunca saem de moda, especialmente as com notas tropicais. Seguem em alta sabores como manga, maracujá, carambola e melancia. Também ganham evidência as frutas mais escuras, como mirtilos, framboesas e cranberries, que são associadas a benefícios antioxidantes.

Ervas e especiarias

Presente na IFT 2018, o Innova Market Insights também destacou as associações positivas de sabor dos botânicos e seus benefícios para a saúde. Sabores e ingredientes com base em ervas como salsa, hortelã, manjericão estão surgindo em muitas categorias, desde molhos, chás, sucos a barras energéticas.

Frescor

Os sabores associados à frescor, como limão, hortelã e limão, combinam com a busca dos consumidores por produtos leves e frescos, e continuam fazendo sucesso em uma ampla ganha de categorias.

Segundo informações divulgadas pelo Innova Market Insights, houve aumento de 21% no crescimento médio anual de lançamentos de alimentos e bebidas com sabores de menta e mentol (Global, 2013-2017).

PROTEÍNAS À BASE DE PLANTAS EM ALTA

As proteínas seguem no centro das atenções dentro do escopo de alimentos e bebidas saudáveis. E não é para menos: abarcam apelos para necessidades variadas, como diabetes, saúde das articulações, construção muscular, saúde da pele, controle de peso, saciedade e muito mais. Os fabricantes de alimentos e bebidas continuam buscando formas de incluir mais proteína em seus produtos sem afetar o desempenho, o sabor e a textura.

As inovações de produtos apresentadas na IFT 2018 trouxeram adição ou aumento de ingredientes proteicos em refeições preparadas, refrigerantes, bebidas esportivas, cereais e produtos assados, entre outras categorias de produtos.

As proteínas com base em plantas tomaram a dianteira no desenvolvimento de novas soluções, mas há novidades também em relação às proteínas à base animal.

O grão-de-bico como interessante fonte de proteína esteve em destaque na IFT 2018. Ao lado da ervilha, soja, batata e arroz, estes vegetais seguem foco de linhas de pesquisa e desenvolvimento por oferecerem não apenas elementos nutricionais, mas também de textura a diferentes segmentos de produtos, como panificação, bebidas, lanches e massas.

Alternativas às carnes, as proteínas baseadas em plantas têm ultrapassado o nicho vegetariano para se firmar como pilares das dietas flexitarianas. Hoje, mais consumidores estão se voltando para carnes baseadas em vegetais, considerando aspectos como saúde, novidades de produtos e sustentabilidade.

RÓTULO CADA VEZ MAIS LIMPO E CLARO

Os consumidores mantêm forte interesse em saber o que há dentro do produto, como foi fabricado e quem produziu a matéria-prima. Para eles, é cada vez mais importante encontrar no rótulo ingredientes fáceis de reconhecer e que não sejam artificiais.

O movimento reforça a demanda das indústrias de alimentos e bebidas por ingredientes de origem local, orgânicos, não-transgênicos, naturais e com benefícios funcionais, como os antioxidantes naturais, que permitem às indústrias alimentícias aplicarem o apelo clean label (rótulo limpo) em seus produtos.

As indústrias de ingredientes não pouparam na apresentação de novidades voltadas ao apelo clean label na IFT 2018, com opções de sabores, cores, texturas, conteúdos nutricionais e conservantes naturais.

Enquanto extratos de acerola ganharam destaque como conservantes naturais para aplicação em panificação e produtos cárneos, por exemplo, uma mistura de extratos de espinafre e alecrim foi apresentada como opção para controle de oxidação em emulsões lipídicas, como maionese e molhos para saladas.

REDUÇÃO DE AÇÚCAR E SÓDIO

A pressão de entidades, governos e consumidores para redução de açúcar nos alimentos e bebidas segue desafiando as indústrias a encontrarem aditivos naturais como alternativas às fontes tradicionais de doçura.

Na IFT 2018, diferentes opções de adoçantes sem caloria, como a stévia e a alulose, ganharam espaço. Ao mesmo tempo, empresas de sabores também demonstraram como seus ingredientes podem ajudar os formuladores a cortar açúcar, sal e outros ingredientes indesejáveis.

Entre os desafios para reduzir o açúcar nas formulações está o de assegurar o sabor doce e a textura do alimento tradicional, além de modular o residual indesejável deixado pelos edulcorantes nos alimentos.

As empresas também trouxeram soluções que permitem reduzir o uso de sódio nos alimentos, através de intensificadores de sabor, com base em extratos naturais, por exemplo.


Veja também:


As inovações apresentadas na IFT Annual Meeting 2018 e na Food Expo 2018 reforçaram as tendências de sabores e outros ingredientes que estão em alta no mercado global de alimentos e bebidas.

Conceitos como clean label, natural, orgânico, aromas e sabores exóticos, indulgência, funcionais, proteínas alternativas, ingredientes para reduzir o açúcar e o sódio se destacaram nos estandes e indicam que devem inspirar a inovação na indústria de alimentos e bebidas, fomentando ainda mais lançamentos nos próximos meses em países de todos os continentes.


Os lançamentos da IFT 2018 sinalizaram o que está por vir na indústria mundial de alimentos e bebidas. E a sua empresa, está conectada a estas tendências? Quais são as principais apostas de novos produtos e quais são os principais desafios para acompanhar o movimento mundial de consumo? Conte para nós!

Compartilhe o conteúdo
Queremos te ouvir! Comente!