Tempo de leitura: 1 minuto

Desvendar as percepções, entender as necessidades e as preferências do consumidor, atualmente, são aspectos cada vez mais valiosos no desenvolvimento de produtos que proporcionem novas experiências e assegurem maior sucesso nas prateleiras. 

Impulsionada por este movimento, a análise sensorial tem avançado a passos largos nas últimas décadas, transformando-se em uma aliada de valor altamente estratégico para o mercado competitivo de alimentos e bebidas.

Ao utilizar os sentidos da visão, olfato, tato, paladar e audição para avaliar as características ou atributos de um produto, esta disciplina da ciência permite estudar e desvendar as sensações e percepções do consumidor de forma minuciosa e profunda. 

Em tempos em que o consumidor assumiu o papel de protagonista, mais consciente, exigente e em busca de novas experiências, entender as suas necessidades e preferências torna-se imperativo para as indústrias que buscam destaque nas gôndolas e resultados de alta performance. 

O valor da ferramenta está juntamente nisto, uma vez que avalia características decisivas para a compra de um produto, que podem determinar, ou não, sua aceitação. Aspectos como aparência, cor, textura, odor e sabor são minuciosamente interpretados para compreender quais sensações e percepções o produto poderá despertar no consumidor e de que maneira eles podem ser potencializados para proporcionar uma experiência de consumo prazerosa. 

Informações essenciais que transformaram a análise sensorial em um instrumento estratégico não só para garantir a qualidade do produto, mas também para a assertividade no próprio processo de desenvolvimento e definição de aceitabilidade pelo público-alvo.

Baixe nosso eBook e confira mais detalhes sobre como as indústrias de alimentos podem explorar o potencial estratégico da análise sensorial para turbinar a performance dos seus produtos:

Compartilhe o conteúdo
Queremos te ouvir! Comente!