Tempo de leitura: 4 minutos

O movimento crescente de pessoas interessadas no consumo com propósito tende a ganhar ainda mais expressão nas indústrias alimentícias a partir desta mobilização global em proteção à vida


A mobilização global em torno do combate à pandemia da Covid-19  está evidenciando o debate sobre a responsabilidade das marcas diante do coletivo e seu papel na sociedade. Esse movimento já era instigado pela nova geração antes mesmo da crise global provocada pelo novo coronavírus, quando tendências sinalizavam o interesse crescente do consumo baseado em uma conexão estabelecida por meio de identidade, apoio de causas e histórias que fazem sentido para cada crença e estilo de vida: o consumo com propósito.

Dados da agência de inteligência de mercado Mintel indicam, por exemplo, que 26% dos brasileiros de 16 a 24 anos começam a consumir uma marca, pois esta apoia uma causa que eles defendem. Diante do cenário atual, de acordo com pesquisa recente da empresa de pesquisa de mercado Kantar, sendo o Brasil o segundo país mais preocupado com os impactos que a pandemia vem causando ao mundo, o olhar sobre as marcas no sentido social tende a se estender e começar a ser uma busca de toda a população.

No mesmo estudo da Kantar já se encontra este indício, quando mais de 80% dos consumidores concordam que as marcas devem comunicar seus esforços para enfrentar a pandemia e sobre como podem ser úteis neste novo momento.

Além dos dados, executivos de diferentes empresas alimentícias já ensaiam a visão para um novo momento, que passará a ser o novo normal dentro deste contexto social. Frank Pflaumer, CMO da Nestlé, em entrevista ao site Meio & Mensagem, disse que as empresas estão vislumbrando  uma oportunidade real de construir uma nova noção de responsabilidade social e que a exigência do consumidor sobre uma marca mais verdadeira é um caminho sem volta. Para o mesmo veículo, Ricardo Dias, CMO da Ambev, defendeu:  

“Temos que dar luz a temas importantes socialmente e colocar em prática ideias que façam a diferença no mundo”. 

Dentro desta perspectiva, diferentes marcas têm manifestado ações que vem fazer a diferença neste momento e, com isso, entram em ainda maior sinergia com o seu consumidor. Confira algumas ações:

Alcool gel produzido pela Ambev durante a pandemia

Álcool Gel – Ambev

A Ambev está produzindo álcool gel para doar a hospitais públicos de municípios onde se concentram a maior parte dos casos. E anunciou a construção de um hospital em pouco mais de um mês, em parceria com o Hospital Albert Einstein e a Gerdau, para atender pessoas com a Covid-19

Outback doa Ovos de Páscoa

Para contribuir com os pequenos mercados, o Outback está doando seus Ovos de Páscoa para serem vendidos nestes estabelecimentos.

Selecta Chocolates, da Duas Rodas, lança junto a influenciadores a campanha #juntospelapascoa

Selecta Chocolates tem ação com influenciadores

Em apoio a microempreendedores de chocolates, a marca Selecta Chocolates, da Duas Rodas, uniu-se a influenciados digitais e transformadores para lançarem a campanha #juntospelapascoa, em uma grande mobilização em suas redes sociais para incentivar a produção e sensibilizar os consumidores finais a comprarem chocolates artesanais nesta Páscoa especial. Além disso, a empresa anunciou a doação de mais de meio milhão de reais a hospitais de Jaraguá do Sul, ajuda financeira ao Fundo FERA-SC e disponibilizou outras iniciativas ao poder público no combate à Covid-19.

Burguer King doa sua receita líquida para o SUS

Burguer King faz doação ao SUS

O Burger King irá doar toda a receita líquida de qualquer sanduíche que foi vendido no mês de março em sua rede para o SUS.

Mc Donalds distribui refeições para profissionais da saúde

MC Donalds distribui refeições

O Mc Donalds está distribuindo refeições a profissionais essenciais da área da saúde e também caminhoneiros.

GSA doa R$ 500 mil para o Fundo de Combate à Propagação do Coronavírus da Organização Voluntárias de Goiás (OVG)

GSA faz doação às entidades ligadas ao combate do COVID-19

A empresa de alimentos GSA fez uma doação no valor de R$ 500 mil para o Fundo de Combate à Propagação do Coronavírus da Organização Voluntárias de Goiás (OVG). Os recursos devem ser destinados para ajudar a minimizar os impactos econômicos e sociais gerados pela paralisação de diversas atividades econômicas com o objetivo de prevenir a doença.

O consumidor mais atento às ações sociais das marcas em sua decisão da compra é  um movimento que tem crescido nos últimos anos e ganha um reforço especial neste cenário de união de esforços para combater a propagação do novo coronavírus. Diversas indústrias alimentícias já entenderam que esta é uma grande oportunidade junto ao consumidor.

Para você, as empresas vão ampliar a sua estratégia em investimentos sociais a partir da pandemia da Covid-19? Conhece outras iniciativas interessantes neste sentido que já estão no mercado? Conte para nós!

Compartilhe o conteúdo
Queremos te ouvir! Comente!